No último Banquete do Amor do Pai, a Rachael estava sentada numa mesa com uma das meninas das ruas que ainda se prostitui. Esse era o primeiro banquete que ela ia. Também naquela mesa estavam duas mulheres que deixaram as ruas e hoje em dia trabalham para o nosso ministério. Elas estavam compartilhando na mesa como a vida delas era triste quando elas estavam se prostituindo, como elas nunca tinham tempo ou amigos de verdade mas que agora elas estão livres e elas tem uma família e amigos (nossa família Shores) e como têm mais tempo. Uma das mulheres ainda compartilhou que ela costumava ir dormir às 3 da mnhã depois de trabalhar e acordava tarde e sempre se sentia mal por dormir até tarde, mas que agora ela acorda cedinho e passa tempo com Jesus antes de vir pro trabalho. A novata apenas ouvia às histórias e perguntava. Depois disso, a quela moça disse que nunca se sentiu tão amada como naquela noite.

    X